Tecer, Amar, Viver

30.10.15

Estes três verbos podem muito bem descrever o que por aqui se passou esta semana. Não houve tempo para post's, porque o tempo não estica e entre Tecer, Amar e Viver, actualizar o blog acabou por ficar para depois. Escrevo hoje, que terminei esta peça - uma encomenda que tanto gozo me deu fazer -, que é mais um hino ao Amor, desta vez em tons terra com brilhos de um dourado velho. Dei-lhe o nome de "Mãe Natureza", porque achei que, entre o toque rústico do tronco que lhe serve de suporte e que despreocupadamente foi apanhado durante um passeio e as suas imperfeições, lhe ficava perfeito. Bom fim-de-semana!





Sem comentários:

Enviar um comentário