Tapeçarias: yay or nay?

22.10.15

Todos temos uma costela de decoradores, nem que seja da nossa própria casa, mas a verdade é que a opinião de quem sabe faz toda a diferença e ao contrário do que por vezes se pensa, não torna um espaço impessoal. A Joana é designer de interiores, minha amiga e pessoa de muito bom gosto, por isso foi a ela que recorri para dar uma opinião aqui no Blog sobre o uso de tapeçarias nas paredes e sobre a tendência dos wall hangings, como podem ver exemplos no meu Pinterest ou no Facebook.

Sentes que, à semelhança do que se passa na moda, os anos 70 também são tendência no design de interiores?
Há de facto uma tendência para a escolha de uma ou outra peça, como pormenor "chave", para enquadrar num ambiente de base minimalista e neutro,  através de peças de família recicladas ou do redesign em peças contemporâneas, com inspiração nessa época e estilo. Desde mobiliário a padrões, são pormenores que tornam o espaço mais ecléctico e pessoal.
Gosto como apontamentos.


Seguindo redes sociais como o Pinterest ou o Instagram, é possível ver que as paredes têm ganho destaque, nomeadamente com peças decorativas como as tapeçarias. Que achas deste tipo de peça como elemento decorativo?
Dependendo da restante decoração, são peças que coordenadas com tons e materiais adequados, ficam muito "trendy".
Podendo ser conjugadas com molduras e/ou outras peças,  conferem à parede mais personalidade. Adoro!


Na tua opinião, existe um estilo onde estas peças encaixam melhor, ou achas que conseguem ser transversais?
Gosto imenso de as ver em quartos de criança (do bebé ao adolescente), por ser um elemento personalizado, possível de trabalhar a nível de tons, materiais e texturas, tornando-se apelativo e enquadrando-se na decoração. Embora em alguns ambientes e casas mais "cool" faça todo o sentido.


Qual a importância dos têxteis, de uma forma geral, num projecto de design de interiores?
Os têxteis são muitas vezes o ponto de partida para a selecção da restante decoração, através de texturas, padrões e cores, criamos o conceito pretendido e tudo flui até à sua conclusão. A nível de conforto são fundamentais!

Para conhecer melhor e seguir o trabalho da Joana, visitem o site e a sua página de Facebook.
Obrigada Joana!


Sem comentários:

Enviar um comentário